O sistema SAGITARIO, desenvolvido pela Atech em parceria com o DECEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo), órgão da FAB (Força Aérea Brasileira), marca a evolução do controle aéreo no Brasil, promovendo avanços na comunicação, navegação e vigilância. Com o conceito de prover um controle de tráfego aéreo completo, desde antes da decolagem até o estacionamento do avião no aeroporto de destino, o SAGITARIO permite que todas as etapas do serviço de controle do tráfego aéreo sejam executadas de forma segura e eficaz, dentro dos padrões internacionais estabelecidos.
O sistema foi desenvolvido com a participação dos próprios controladores, profissionais que atuam na linha de frente do controle de tráfego aéreo, e disponibiliza um conjunto de ferramentas operacionais de apoio à tomada de decisão mais objetiva e ágil, seguindo as melhores práticas e recomendações existentes no mercado internacional, como por exemplo a Eurocontrol (Organização Europeia para a Segurança da Navegação Aérea).
O SAGITARIO é um sistema muito fácil de usar, o que possibilita que o foco de ação do controlador de tráfego aéreo esteja sempre voltado à sua área de trabalho, aumentando significativamente sua consciência situacional. Em outras palavras, todas as ações do controlador – coordenações silenciosas com os demais controladores, autorização de rota e nível de voo das aeronaves, mudanças solicitadas pelos pilotos e outras ações de caráter operacional – são realizadas de forma simples e direta através da tela de visualização do SAGITARIO.
Responsável por todo o desenvolvimento e modernização dos sistemas de controle de tráfego aéreo e defesa aérea do país, a Atech vem modernizando os centros de controle de tráfego aéreo do Brasil, tendo já implantado o SAGITARIO em 5 ACC (Centro de Controle de Área) – Brasília, Curitiba, Recife, Amazônico e Atlântico – e em diversos APP (Centro de Controle de Aproximação), entre eles os de São Paulo, Brasília, Curitiba, Belo Horizonte, Recife, Belém, Campo Grande, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

A operação com o SAGITARIO foi fator preponderante para o melhor controle do espaço aéreo e manutenção do nível de segurança das operações no país durante a Olimpíada e Paralimpíada realizadas no Rio de Janeiro, em 2016.