A Internet das Coisas (IoT) promete transformar o setor elétrico, permitindo que as concessionárias de energia monitorem constantemente suas instalações remotas, como smart grids e medidores inteligentes, plantas solares e turbinas eólicas. Com isso, as empresas podem coletar dados em tempo real sobre geração e distribuição de energia e automatizar processos, otimizando a manutenção, reduzindo a necessidade de deslocamento de equipes e, principalmente, conseguindo restabelecer com mais agilidade a energia em caso de alguma falha.

O setor elétrico está lutando para obter o valor máximo da IoT e buscam soluções de conectividade confiáveis e de alta velocidade. Embora a maioria das empresas do setor elétrico esteja modernizando suas operações e implantando soluções de IoT, baixas taxas de conectividade podem impedir o setor de obter todos os benefícios que a IoT pode oferecer.

A IoT tem o potencial de mudar fundamentalmente a maneira como interagimos com o mundo ao nosso redor. Os sistemas de IoT, que definimos como sensores e dispositivos conectados por redes a softwares, podem monitorar e gerenciar objetos, máquinas e até objetos vivos conectados. Os sistemas de IoT podem permitir que as empresas tirem muito mais proveito de seus ativos físicos, revolucionando a maneira como administramos nossos equipamentos e negócios.

Desafios para a IoT no setor de energia

Apesar do número de vantagens inegáveis, as soluções inteligentes de energia têm seus desafios. Veja alguns dos “perigos” que você precisa levar em consideração ao implantar o uso de tecnologias de IoT no setor de energia.

Segurança é uma ameaça comum a todas as soluções de IoT. Sistemas que conectam seus dispositivos a uma rede unificada podem ser utilizadas como ponto de entrada para ataques direcionados.

Conectividade e tomada de decisão: seu sistema precisa estar sempre ativado, com um atraso mínimo para processamento e feedback de dados. Com tantos dispositivos, tantos dados, tantas opiniões e tantas decisões possíveis, determinar como avançar pode ser difícil. Para ter sucesso com a IoT, você precisa considerar como usar seu ecossistema completo para criar novos níveis de valor comercial. Observando esse incrível aumento de dados globais de dispositivos IoT, várias perguntas devem estar nas mentes dos tomadores de decisão em TI e de líderes de negócios:

  • Como podem todos esses dados, gerados por sensores conectados a “coisas”, serem transferidos eficientemente para aplicativos de Analytics e transformados em inteligência para a tomada de decisões?
  • Qual é a solução de conectividade mais barata / mais rápida / mais confiável?
  • Qual a melhor abordagem de conexões inteligentes para aproveitar o potencial da IoT em nosso ambiente?
  • Quais dados as empresas transferem e quais podem ser processados localmente?

Devido à variedade aparentemente interminável de aplicativos de IoT disponíveis, as empresas enfrentam esses desafios quando se trata do processo de seleção da solução de conectividade mais adequada para cada uso comercial.

Redes MESH e IoT

Como não há autoridade central em uma rede MESH essa oportunidade de descentralização abre a possibilidade de centenas de novas formas de tecnologias e modelos de negócios que transformarão os mercados. Especialmente com o campo promissor da Internet das Coisas, as redes MESH são apontadas como uma solução com baixo custo e alto benefício.

Especialistas também preveem que as redes MESH serão encontradas em setores em que as implementações de regras de segurança robustas estão aumentando. Por exemplo, nos setores elétrico, logística, mineração, petróleo e gás, entre outros.

No setor elétrico, as redes MESH se encaixam com perfeição no ambiente desafiador, já que as áreas a serem cobertas são muito grandes e caras para se conectar à infraestrutura tradicional.

Desafios da IoT

Podem surgir desafios de integração quando você precisar conectar sua nova rede de IoT aos sistemas legados existentes, que geralmente dependem de tecnologias desatualizadas. Nesse caso, você precisará começar modernizando a infraestrutura atual.

Garantir a interoperabilidade pode ser o maior fator de sucesso em qualquer implementação de IoT. Grande parte do valor das iniciativas de IoT depende de vários sistemas de IoT trabalhando juntos e da capacidade de integrar e analisar dados de vários sistemas de IoT.

Além disso, uma solução de IoT não é aquela que simplesmente coleta e transmite dados, mas uma capacidade para analisar os dados, permitindo resolver problemas ou criar novas oportunidades. As empresas podem criar vantagem competitiva com a tecnologia da Internet das Coisas a partir do momento em que contam com conexões inteligentes que entreguem os dados em tempo real e ferramentas que os transformem em inteligência.

As tecnologias de conectividade estão desempenhando um papel importante neste cenário, garantindo flexibilidade de entrega e eficiência no controle. Porém, qual é o melhor caminho para a implementação das soluções de IoT e de Analytics? Por meio de soluções de conectividade altamente personalizadas e integradas aos mais diversos sistemas de controle, que é como a Atech colabora com a transformação no setor elétrico.