Navegue
Gestão de Ativos
Compartilhar no facebook
Compartilhe no Facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhe no Twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhe no Linkedin

Saiba como encontrar a tecnologia ideal para sua indústria

Na Atech, contamos com equipes especializadas em consultoria que vão identificar a melhor tecnologia para uma gestão de alta performance, ideal para a sua indústria. Por meio dos serviços em excelência operacional, otimizamos operações na área de produção, gestão de ativos, manutenção e logística, por meio da implementação de metodologias ágeis e lean. Por meio de experiências, produtos e serviços altamente personalizados, adequados às demandas de cada negócio de acordo com seu estágio rumo à máxima eficiência e maturidade digital, promovemos a transformação dos negócios tendo como base o uso de tecnologias para otimizar processos de forma contínua.

Mas todo esse cenário depende de como os fabricantes iniciam as transformações digitais para aproveitar as tecnologias emergentes no setor 4.0. É fundamental escolher a solução certa baseada em nuvem. Cada categoria de produto não é única apenas em um determinado segmento do setor – cada empresa de manufatura tem necessidades específicas e cada uma tem um ponto de partida diferente no seu roadmap de transformação digital.

Talvez a sua empresa precise de um serviço no modelo SaaS (Software as a Service) ou demande uma aplicação mais customizada, e então o modelo PaaS (Plataform as a Service) seja o mais adequado para atender as suas necessidades.

Vamos conhecer um pouco mais sobre os modelos de serviços na nuvem e você poderá identificar qual a tecnologia ideal para a sua indústria.

Software as a Service 

Software as a Service (SaaS) é um modelo de distribuição e comercialização de software que permite aos usuários se conectar e usar aplicativos baseados em nuvem pela Internet.  No modelo SaaS, o fornecedor do software se responsabiliza por toda a infraestrutura necessária à disponibilização do sistema (servidores, conectividade, segurança da informação), e o cliente utiliza o software via Internet, pagando um valor pelo serviço. 

Embora as camadas de acesso e as assinaturas de “pay-per-use” permitam uma customização para os usuários finais, o código-fonte é o mesmo para todos os usuários. Os sistemas SaaS são gerenciados a partir de um local central e hospedados em um servidor remoto. Eles não exigem hardware nas instalações do usuário e muitos sistemas SaaS permitem que a integração da API aprimore ainda mais suas funcionalidades. 

As vantagens do modelo SaaS incluem: 

  • Implantação rápida para usuários finais 
  • Sem necessidade de investimentos em infraestrutura 
  • Acesso contínuo a atualizações por terceiros 
  • Os modelos de “pay-per-use” permitem que os usuários paguem apenas pela funcionalidade necessária 
  • Acessível via portal web 

Plataform as a Service 

Muitas empresas têm necessidades mais sofisticadas que exigem o desenvolvimento de aplicativos exclusivos para seus negócios. Elas também podem ter necessidade, especialmente no caso do setor de manufatura, de conectar tipos diferentes de equipamentoe hardwares para monitorar os seus ativos. Isso pode ser uma vantagem importante quando uma empresa precisa otimizar os fluxos de trabalho ou fornecer aplicativos personalizados no nível do chão ou da máquina, especialmente para a gestão de ativos. 

O PaaS é mais complexo que o SaaS, pois há mais componentes na plataforma do que o software com um único código-fonte. Primeiro, as funcionalidades de um software no modelo PaaS oferecem recursos como linguagem de máquina virtual, bancos de dados, estrutura de aplicativos e outras funcionalidades que permitem a construção de aplicativos personalizados. Este é um sistema de software mais complexo comparado ao disponível no SaaS. 

Em um ambiente de manufatura, é possível encontrar máquinas de diversos fabricantes conectadas em toda a fábrica, que podem exigir um ecossistema especial para integrar os dados provenientes de todos esses sistemas. Nesse caso, o modelo SaaS pode ser insuficiente para atender a essa demanda, enquanto o modelo PaaS foi projetado para hospedar aplicações personalizadas.   

Outro motivo pelo qual especialistas consideram o PaaS como um modelo mais completo é a possibilidade de implementar estratégias de gestão de ativos, conectando sensores e outros dispositivos embarcados em engrenagens, rodas e outras partes de um equipamento, garantindo uma visão 360º. da condição do ativo.  

As vantagens de um modelo PaaS incluem: 

  • Compilações rápidas de aplicativos  
  • Desenvolvimento mais econômico 
  • Ampla variedade de plataformas para dispositivos, incluindo telas, monitores, aplicativos para dispositivos móveis e tablets 
  • Melhor custo-benefício em comparação aos recursos internos de TI tradicionais 

 

Enquanto mais e mais empresas começam a migrar seus negócios para a nuvem, cada uma delas precisa decidir qual modelo de distribuição de software funciona melhor. Estudos recentes indicam que o SaaS responde por cerca de 24% de todas as cargas de trabalho corporativas. Porém, quando soluções para ambientes complexos em que o hardware local e o desenvolvimento de aplicativos personalizados dentro da fábrica são necessários, os sistemas PaaS são mais flexíveis, respondendo por 32% de todas as cargas de trabalho, e a tendência global é de crescimento na adoção desse modelo de distribuição de software. 

Receba nossos conteúdos

Preencha seu email e receba nossos conteúdos sobre Gestão de Ativos

Entre em contato

Email: contato@atech.com.br
Tel.: 55 (11) 3103-4600
Rua do Rocio, 313 – 5° andar
Vila Olímpia – São Paulo – SP

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Criado pela Intelligenzia