Navegue
blockchain
Compartilhar no facebook
Compartilhe no Facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhe no Twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhe no Linkedin

Saiba como construir um caso de negócio para o blockchain

O blockchain é baseado na tecnologia de rede distribuída ponto a ponto e serve como um banco de dados descentralizado de informações para validar transações entre diferentes partes. Ele divide os dados e os distribui por milhares de nós e permite que os participantes vejam todas as transações à medida que elas acontecem.

Um caso de uso típico de blockchain envolve várias partes em uma transação. Essas partes têm permissões de gravação nos dados durante os vários estágios do fluxo do processo e podem pertencer a diferentes empresas ou distribuídos geograficamente.

E, como muitas vezes nem todas as partes têm todas as informações sobre uma transação, provocando um desequilíbrio de informações entre as diferentes partes envolvidas, o blockchain resolve isso ao permitir a descentralização, o que significa que nenhuma entidade isolada controla todos os computadores ou informações ou dita as regras.

Onde está o valor estratégico dos negócios?

Os blockchains são uma ferramenta multifuncional. Assim como a Internet, como você usa a tecnologia depende de sua perspectiva e objetivos, e problemas podem surgir por falta de clareza estratégica.

Antes de entrar em uma iniciativa de blockchain, você precisa se perguntar e construir um caso de negócio: o que estou tentando estrategicamente fazer? Isso começa com a avaliação de processos que precisam de melhorias para determinar se o blockchain é uma boa solução ou se outras tecnologias podem apresentar melhores resultados. Se a blockchain é a melhor solução, é hora de perguntar: quais outras partes interessadas estão alinhadas a esse objetivo? Como financiaríamos tal iniciativa? Como será a governança desse novo sistema?

Os casos de negócio de sucesso apontam duas áreas de foco estratégico que cobrem a maioria dos projetos de blockchain corporativos:

  • Um ecossistema usando blockchains para reduzir o atrito (como custo, precisão ou tempo) nos processos de negócios. O objetivo é: o que podemos corrigir juntos?
  • Um ecossistema usando blockchains para obter um novo modelo de colaboração que permita novos produtos e serviços – ou mesmo a cocriação de novos mercados. O objetivo é: o que podemos criar trabalhando juntos?

Tome como exemplo as operações da cadeia de suprimentos, nas quais várias empresas negociam e interagem em escala global. Quando as mercadorias são enviadas para o exterior, existem diferentes partes envolvidas: fabricante, fornecedor, armazenamento, transportadoras marítimas, agências governamentais que lidam com importações e exportações, distribuidores, varejistas e clientes.

Cada uma dessas partes possui seus próprios sistemas de informação, onde gravam / atualizam informações sobre essa transação. Nem todas as partes têm acesso aos mesmos dados, causando desequilíbrio nas informações.

Um sistema de informações descentralizado como o blockchain pode ajudar a corrigir esse desequilíbrio, fornecendo acesso a informações para todas as partes envolvidas. Cada parte também poderá atualizar as informações se todas as outras partes envolvidas aprovarem.

Processo otimizado

O blockchain também pode ser alavancado para alcançar eficiências e otimizações de processos. O blockchain elimina a necessidade de verificação de terceiros e seus custos associados. As transações efetuadas através de autoridades centrais ou terceiros podem levar alguns dias para serem liquidadas e isso pode ser reduzido para alguns minutos, que é o tempo necessário para adicionar um novo bloco.

No exemplo da cadeia de suprimentos, existem várias partes e várias transferências entre os envolvidos. A maioria dessas transferências, se baseada em papel, está sujeita a erros ou informações incompletas. Certamente há oportunidades para melhorias nos processos.

Transparência e auditabilidade

Se o acesso à informação é importante para todas as partes envolvidas e é necessário que qualquer parte possa auditar essas informações, o blockchain é um caso de negócios válido. Com uma opção de blockchain privada, todas as partes desse blockchain podem ter acesso às informações e à capacidade de auditar.

Ainda pensando na cadeia de suprimentos, do ponto de vista do consumidor e do varejista é muito importante ter a rastreabilidade e a transparência das informações que um ambiente descentralizado pode fornecer.

Fraude e risco

Também vale considerar o blockchain como um caso de negócio de sucesso se a segurança em toda a cadeia do processo for crítica. Toda transação registrada é verificada pela rede blockchain. O blockchain oferece criptografia para registrar os dados nos blocos de forma segura e semianônima. O blockchain também oferece imutabilidade, com assinaturas criptografadas, com registro de data e hora e adicionando sequencialmente cada transação concluída. Os registros não podem ser corrompidos ou alterados, a menos que os participantes concordem com a necessidade de fazê-lo.

Em nosso exemplo da cadeia de suprimentos, como existem terceiros envolvidos, existe a possibilidade de alguém tentar adulterar as informações. Há uma quantidade razoável de risco envolvido que o blockchain pode reduzir.

Mas ainda estamos nos primeiros dias da tecnologia blockchain. Os executivos se defrontam com a difícil decisão de permitir que outros assumam as despesas significativas de testar casos de negócio, de uso e de mercado – ou fazer investimentos sem um ROI (Return on Investment) definido. Mas, mesmo assim, mais e mais empresas estão optando por aprender e investir no blockchain.

Receba nossos conteúdos

Preencha seu email e receba nossos conteúdos sobre Logística

Entre em contato

Email: contato@atech.com.br
Tel.: 55 (11) 3103-4600
Rua do Rocio, 313 – 5° andar
Vila Olímpia – São Paulo – SP

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Criado pela Intelligenzia