Navegue
cidades inteligentes
Compartilhar no facebook
Compartilhe no Facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhe no Twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhe no Linkedin

Redes Mesh: entenda o impacto desse tipo de rede na implementação de cidades inteligentes

O conceito de cidades inteligentes é uma nova forma de pensar a sociedade, com sistemas de pessoas interagindo e usando energia, materiais, serviços e financiamento para catalisar o desenvolvimento econômico e a melhoria da qualidade de vida. Esses fluxos de interação são considerados inteligentes por fazer uso estratégico de infraestrutura e serviços e de informação e comunicação com planejamento e gestão urbana para dar resposta às necessidades sociais e econômicas da sociedade.

De acordo com o Cities in Motion Index, do IESE Business School na Espanha, 10 dimensões indicam o nível de inteligência de uma cidade: governança, administração pública, planejamento urbano, tecnologia, o meio-ambiente, conexões internacionais, coesão social, capital humano e a economia.

E as tecnologias que vão transformar em realidade as cidades inteligentes, segundo Fabiano Hessel, professor e pesquisador da Faculdade de Informática e coordenador do Centro de Inovação para Cidades Inteligentes e IoT da PUC-RS, deve movimentar cerca de US$ 59 bilhões até 2020 no Brasil, levando em conta projetos de mobilidade urbana, smart grids e segurança, entre outras áreas.

O transporte nas cidades inteligentes

A mobilidade urbana é dos grandes desafios dos gestores e uma das principais áreas de atuação das cidades inteligentes. Para otimizar o deslocamento em toda a cidade, os gestores precisam contar com informações em tempo real, coletados por sensores e sistemas dos diferentes modais e serviços, para que possam tomar decisões baseadas em um cenário completo.

Sistemas como Arkhe Governance, desenvolvido pela Atech, garante integração, colaboração e a gestão dos dados e dispositivos de IoT (Internet of Things – Internet das Coisas), gerando informações de inteligência para o acompanhamento, em tempo real, de eventos, ocorrências e alertas; tudo dentro de um ambiente seguro. O objetivo é aumentar o nível de consciência situacional e possibilitar as melhores tomadas de decisão por parte dos administradores em todas as áreas, e não só na mobilidade urbana, levando inteligência para as áreas de segurança pública, gestão de preservação ambiental, saúde, educação.

Energia mais sustentável

O eficiente gerenciamento dos indicadores de desempenho dos recursos energéticos depende de automação da medição de energia elétrica, garantindo mais agilidade, confiabilidade e disponibilidade do serviço.

Os medidores inteligentes de energia, por exemplo, coletam dados de consumo, como a hora em que o consumidor chega em casa e que tipo de aparelhos são ativados – luz de aposentos, geladeira ou TV. Com sensores e aplicativos de IoT nos equipamentos, o consumidor terá informações sobre o melhor horário de consumo e para o agendamento de ligação de equipamentos domésticos, como lavadoras de roupas, que podem ser acionados por aplicativos móveis.

Para os gestores municipais, as informações coletadas e transmitidas pelas distribuidoras servirão para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos, reduzir emissões urbanas de poluentes e explorar melhor as vocações econômicas e ambientais.

Uma comunicação em rede para saber como economizar na energia elétrica é um dos aspectos que define as cidades inteligentes, segundo Hessel, que também destaca que boa parte dos projetos desenvolvidos no Brasil tem como foco a implantação de sistemas de gestão inteligente de iluminação pública.

Conectividade ideal para as cidades inteligentes

Para que a automação da distribuição de energia nas cidades inteligentes ocorra da forma mais eficiente a partir de um sistema de comunicação de dados “inteligente, eletrônico e conectado”, a tecnologia de Redes Mesh é a ideal. Facilmente implantável e com baixa demanda de investimento para implantação (em relação às demais tecnologias), destaca-se pelo fato de cada medidor se comunicar com o que está mais próximo dele, passando os dados de dispositivo para dispositivo e, então, finalmente chegando a um concentrador – o que seria impossível com a tradicional leitura manual do uso de energia, principalmente pela dificuldade de estar presente todos os meses em determinados locais.

Ricardo Hayashi, product manager da Atech em Conexões Inteligentes, destaca que além do uso nos medidores inteligentes, a solução de Redes Mesh também tem atendido à demanda do setor de energia por maior conectividade e acesso remoto aos religadores, oferecendo mais segurança, disponibilidade e confiabilidade.

Os religadores são considerados por técnicos do setor como um dos mais importantes equipamentos da rede elétrica. Contando com um sistema conectado por Redes Mesh, por exemplo, os equipamentos podem se comunicar entre si e isolar o trecho onde está ocorrendo o problema, restabelecendo o fornecimento de forma rápida e remota, dispensando o envio de equipes que podem levar horas para iniciar o restabelecimento de energia.

Esses benefícios já foram comprovados pela distribuidora de energia EDS, que homologou, após oito meses de teste, a tecnologia de Redes Mesh para conexão de religadores. Hayashi destaca que a solução de Redes Mesh apresenta maior eficiência no monitoramento remoto dos religadores.

“O uso de redes 3G e 4G e rádios digitais para a oferta de conectividade no setor elétrico tem sido comum. Comparando as duas tecnologias, as redes 3G/4G, apesar de mais baratas, apresentam problemas de confiabilidade, e as falhas de conexão são constantes, exigindo que a empresa envie equipes de técnicos até o local para restabelecer a energia quando necessário. O rádio modem, por outro lado, apesar de confiável, tem altos custos de aquisição, implementação e manutenção. A Rede MESH une o melhor dessas duas tecnologias, oferecendo alta confiabilidade, menores custos de implementação e manutenção e maior escalabilidade”, explica o executivo.

Receba nossos conteúdos

Preencha seu email e receba nossos conteúdos sobre Conexões Inteligentes

Entre em contato

Email: contato@atech.com.br
Tel.: 55 (11) 3103-4600
Rua do Rocio, 313 – 5° andar
Vila Olímpia – São Paulo – SP

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Criado pela Intelligenzia