Navegue
Redes MESH 
Compartilhar no facebook
Compartilhe no Facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhe no Twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhe no Linkedin

Conheça 2 coisas que você precisa saber sobre redes MESH

Mesmo que cada vez mais a tecnologia de redes MESH sejam destaque entre técnicosela já existe há algum tempo e não é são um hype tecnológico temporário. As redes MESH oferecem benefícios consideráveis que impulsionam um cenário perfeitamente conectado de pessoas e coisas. 

O conceito de redes MESH surgiu pela primeira vez na década de 1980 no ambiente militar e tornou-se disponível comercialmente na década de 1990. Se essa tecnologia existe há algum tempo, então por que só agora estamos começando a ouvir mais sobre isso? Isso ocorre porque, no passado, as redes MESH precisavaser conectadas. A topologia podia ser cara e complexa para configurar em grande escala, pois cada nó precisava estar fisicamente conectado aos outros nós.  

Hoje, houve avanços consideráveis nas comunicações sem fio. Isso significa que os fios não são mais necessários. Além disso, as especificações de rede pessoal sem fio de curto alcance (WPAN) removeram barreiras físicas e financeiras que estavam presentes no passado. No entanto, a maior parte são requisitos de hardware, rádio e espectro. E com menos custo e maior disponibilidade, se tornou viável comercializar redes MESH. Essas são as razões pelas quais estamos vendo um boom na comercialização dessa tecnologia. 

Como funcionam as redes MESH 

As redes MESH são um tipo de rede na qual a infraestrutura é transportada por nós que se conectam direta e dinamicamente e cooperam entre si para rotear pacotes de dados com eficiência. 

Os nós são pequenos transmissores de rádio que servem como roteador sem fio em uma solução de rede WiFi tradicional com pontos de acesso e roteadores. Ao contrário das redes com ou sem fio que usam dispositivos WiFi para se comunicar e transferir informações, esses nós são programados para interagir ou “conversar” entre si em redes MESH. Eles transmitem informações saltando sem fio de um nó para o próximo em um caminho rápido e seguro através de um processo conhecido como roteamento dinâmico. 

Confira algumas vantagens das redes MESH: 

  • As redes MESH são resilientes, autoconfiguráveis e eficientes;
  • Não há mais problema de ponto único de falha, que é o problema nas topologias em estrela (e ainda pior nas topologias de barramento). Se um nó não puder mais operar, a rede poderá redirecionar o sinAL, o que permitirá que ela ainda se comunique entre os nós restantes;
  • Desativar a rede é impossível, a menos que haja algum tipo de catástrofe mundial que destrua todos os dispositivos eletrônicos do mundo;
  • A rede trabalha com infraestrutura mínima e, portanto, pode ser implantada mais rapidamente a um custo menor do que a infraestrutura tradicional;
  • Os dispositivos em uma rede MESH têm a capacidade de retransmitir sinais e de conectar milhares de sensores em grandes áreas (por exemplo, cidades);
  • Outras aplicações incluem operar em áreas com grandes multidões (ex: shows, festivais etc.) ou conectar dispositivos em áreas remotas (ex: em áreas de agricultura, sistemas de transmissão elétrica, minas, plataformas de petróleo) e muitos, muitos mais;
  • Não há autoridade centralizada em redes MESH. Por esse motivo, algumas pessoas comparam como a Internet era antigamente: comunicação segura, localizada, anônima, baseada no cidadão 

Áreas de aplicação das redes MESH 

Como não há autoridade central em uma rede MESH essa oportunidade de descentralização abre a possibilidade de centenas de novas formas de tecnologias e modelos de negócios que transformarão os mercados. Especialmente com o campo promissor da Internet das Coisas (IoT), as redes MESH começarão a tomar enormes dimensões. Os casos de uso variam de medição inteligente a cluster de objetos.  

Especialistas também preveem que as redes MESH serão encontradas em setores em que as implementações de regras de segurança robustas estão aumentando. Por exemplo, em logística, mineração, petróleo e gás, serviços públicos e energia. Também é esperado um aumento no uso de redes MESH em aplicações comerciais. Exemplos incluem grandes armazéns, agricultura, centros de distribuição, mas também conexões veículo a veículo etc.  

As redes MESH se encaixam com perfeição nesse cenário porque as áreas a serem cobertas com o Wi-Fi tradicional são muito grandes e caras para se conectar à infraestrutura tradicional.  

Mas não podemos deixar de lado o aspecto de que essa tecnologia tem um enorme potencial para fins humanitários. No caso de tempestades ou terremotos, as infraestruturas locais geralmente são danificadas, o que faz com que as pessoas percam os meios de comunicação. As redes MESH permitem que a conectividade não seja afetada nessas situações. Outro exemplo são as bombas manuais para água. Quando são danificadas, as pessoas podem passar meses sem acesso à água. Com as redes IoT e MESH, as comunidades locais podem reparar a bomba em apenas alguns dias. 

Saiba mais sobre como a tecnologia de redes MESH pode alavancar o seu negócio: confira os nossos casos de sucesso em parceria com a EDP e a Energisa 

Receba nossos conteúdos

Preencha seu email e receba nossos conteúdos sobre Conexões Inteligentes

Entre em contato

Email: contato@atech.com.br
Tel.: 55 (11) 3103-4600
Rua do Rocio, 313 – 5° andar
Vila Olímpia – São Paulo – SP

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Criado pela Intelligenzia