CategoriesImprensa

Atech participa do Painel ATFM, durante o GATM 2019, em Dubai

O painel irá abordar inovações na área de ATFM, tais como “Regional ATFM” e “Long-Range ATFM”

Especializada em desenvolver soluções tecnológicas para a gestão do fluxo de tráfego aéreo (ATFM), a Atech, empresa brasileira do Grupo Embraer, é reconhecida mundialmente no setor, tendo um portfólio completo de soluções integradas. Devido a tal protagonismo, a empresa participará do Global Air Traffic Management (GATM), que acontece nos dias 19 e 20 de novembro, durante o Dubai Air Show.

A empresa participará do Painel “A Evolução do Gerenciamento do Fluxo de Tráfego Aéreo (ATFM)”, que acontece no dia 20 de novembro, às 13h10. Durante o painel, serão abordados temas como a colaboração com diferentes capacidades dos sistemas existentes no mundo, como explorar os benefícios do “Long-Range” no gerenciamento do tráfego aéreo e como melhorar a segurança do tráfego aéreo com a integração de diversos sistemas ATFM.

Contando com a Família Makron de soluções de integração de ATM e ATFM, a Atech apresentará as pesquisas, análises e conclusões sobre a implantação de conceitos de “Regional ATFM”, “Long-Range ATFM”, e “ATFM in a cloud”. Tal conhecimento baseia-se na experiência da empresa no desenvolvimento e implantação do SKYFLOW na Índia e do SIGMA (Sistema Integrado de Gestão de Movimentos Aéreos), no Brasil – ambos sistemas de gestão de fluxo de tráfego aéreo.

Na área de “Regional ATFM”, a Atech, juntamente com o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) e com o Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), ambos ligados à Força Aérea Brasileira (FAB), está implementado no SIGMA um conceito de múltiplas instâncias, para tratar múltiplos países, com o objetivo de integrar os dados de fluxo aéreo de outros países da América do Sul. A colaboração entre os países vizinhos permitirá que todos tenham a consciência situacional em tempo real do fluxo de tráfego aéreo.

Dentro do conceito de “Long-Range ATFM”, a Atech assinou recentemente um MoU com a empresa Aireon para a integração do serviço de ADS-B satelital, fornecido pela Aireon, nos sistemas SIGMA e SKYFLOW. A expectativa é que essa integração aumente consideravelmente o nível de consciência situacional nas tomadas de decisões colaborativas, além do aumento considerável de acuracidade em aplicações de medidas de gerenciamento de fluxo.

SIGMA

A Atech, em parceria com o DECEA, vem desenvolvendo um projeto de expansão do SIGMA – a versão brasileira do SKYFLOW – para modernizar o parque de “hardware” do sistema, além de incorporar novas funções, novos algoritmos de medidas de gerenciamento de fluxos. A versão atual do SIGMA foi primordial para o planejamento estratégico do uso do espaço aéreo para os eventos da Copa do Mundo de Futebol FIFA/2014 e Jogos Olímpicos do Rio do Janeiro, em 2016. Em função desse planejamento, a pontualidade na Copa do Mundo 2014 foi de 93,4 % e nos Jogos Olímpicos 2016 a pontualidade foi de 91,2%, segundo o DECEA.

SKYFLOW

O SKYFLOW integra os dados de intenções de voos futuras das companhias aéreas, aeroportos e dados de órgãos de controle, incluindo dados de posicionamento das aeronaves, com informações de planos de voo e da situação operacional dos aeroportos e auxílios a navegação e comunicação, essenciais para a otimização do fluxo de tráfego aéreo. Com esta integração, o sistema permite que os órgãos de controle do tráfego aéreo atuem para equilibrar a demanda de voos com a capacidade operacional, a fim de garantir a segurança das operações, a regularidade e pontualidade dos voos. O SKYFLOW está em operação no Centro de Comando e Controle de Gestão de Fluxo de Tráfego Aéreo em Nova Deli, desde janeiro de 2017, suportando a gestão do fluxo nos seis principais aeroportos do país.

Sobre a Atech (www.atech.com.br) – Reconhecida como uma “System House” brasileira, a Atech sempre se pautou pela inovação com o objetivo de ajudar a transformar o país. Com uma expertise única em engenharia de sistemas e tecnologias de consciência situacional e apoio a tomada de decisão, a Atech trabalha no desenvolvimento de soluções inovadoras com aplicações nas áreas de tráfego aéreo, sistemas de comando e controle, segurança cibernética, sistemas de instrumentação e controle, sistemas embarcados, simuladores e logística. A empresa é responsável pelo desenvolvimento e modernização de todo o sistema para o gerenciamento e defesa do espaço aéreo brasileiro. Pela sua atuação, a companhia é reconhecida e foi certificada como Empresa Estratégica de Defesa pelo Ministério da Defesa do Brasil.

CategoriesImprensa,  Sem categoria

Atech participa do Sitraer – Air Transportation Symposium

Atech participa do Sitraer – Air Transportation Symposium

Especializada em desenvolver sistemas de gerenciamento e controle do tráfego aéreo, empresa abordará os desafios do setor para se preparar para a chegada dos veículos aéreos de propulsão elétrica (eVTOL)

A Atech, empresa do Grupo Embraer, participa do Sitraer – Air Transportation Symposium, que acontece de 22 a 24 de outubro, em Brasília (DF), reunindo especialistas do setor, entre profissionais da indústria, acadêmicos, agências reguladoras e autoridades aeronáuticas, para debater os avanços e inovações na área.

O gerente de Programas da Atech, Agenir de Carvalho Dias, apresentará o painel “Urban Air Mobility: The challenges and opportunities for the implementation of an Urban Air Traffic Management System”, no dia 22, às 14h30. Com o objetivo de provocar um debate sobre as demandas futuras do gerenciamento e controle do tráfego aéreo, com a chegada dos eVTOLs, veículos aéreos de propulsão elétrica de pouso e decolagem vertical para uso urbano, a Atech vai apresentar o conceito de mobilidade aérea urbana, que promete revolucionar a forma como pessoas e produtos serão transportados pelos grandes centros urbanos.

Durante o painel, Dias vai fazer paralelos entre a realidade atual e os desafios com a chegada do novo modal, levantando algumas questões, entre elas: como será a configuração do espaço aéreo dos centros urbanos para receber esses novos veículos; quais os protocolos de comunicação mais adequados; como gerenciar a nova demanda aérea; como garantir a segurança dos voos e o monitoramento desses veículos, entre outras questões.

“O Sitraer é um importante evento internacional sobre o transporte aéreo e o palco ideal para debater e pensar o futuro do setor. O mercado vem se antecipando à regulamentação de diversas tecnologias e a Atech propõe uma mudança nesse paradigma, com a adoção de estudos e projetos para a gestão do tráfego aéreo, em antecipação ao que a indústria deve lançar em um futuro próximo”, explica Dias.

Além de apresentar o painel, a Atech também participa do Sitraer 2019 com a publicação de artigos na área de inovação e de engenharia. Por ser referência internacional quando o assunto é gerenciamento e controle de tráfego aéreo, a Atech vem protagonizando o debate sobre o gerenciamento do tráfego aéreo do futuro e tem desenvolvido estudos na área.

Uma das principais parceiras do DECEA (Departamento de Controle do Espação Aéreo), ligado à FAB (Força Aérea Brasileira), a Atech é responsável por desenvolver e modernizar a tecnologia empregada no sistema de gerenciamento e controle do tráfego aéreo (ATM/ ATFM) presente em 100% do espaço aéreo brasileiro e também já exporta a tecnologia para países da América do Sul e também para a Índia.

Sobre a Atech (www.atech.com.br) – Reconhecida como uma “System House” brasileira, a Atech sempre se pautou pela inovação com o objetivo de ajudar a transformar o país. Com uma expertise única em engenharia de sistemas e tecnologias de consciência situacional e apoio a tomada de decisão, a Atech trabalha no desenvolvimento de soluções inovadoras com aplicações nas áreas de tráfego aéreo, sistemas de comando e controle, segurança cibernética, sistemas de instrumentação e controle, sistemas embarcados, simuladores e logística. A empresa é responsável pelo desenvolvimento e modernização de todo o sistema para o gerenciamento e defesa do espaço aéreo brasileiro. Pela sua atuação, a companhia é reconhecida e foi certificada como Empresa Estratégica de Defesa pelo Ministério da Defesa do Brasil.

Press Agency Atech – Rossi Comunicação

Valéria Rossi – Tel: + 55 11 9348-8562 – valeriarossi@rossicomunicacao.com.br

Karen Gobbatto – Tel + 55 11 3262-0884 – karengobbatto@rossicomunicacao.com.br

Denise Kelen – Tel + 55 12 98125-7800 – denisekelen@rossicomunicacao.com.br

Rossi Comunicação – Tel: + 55 11 3262-0884 – www.rossicomunicacao.com.br

CategoriesImprensa

Fórum Atech abre as portas para compartilhar conhecimento com a sociedade

Fórum Atech abre as portas para compartilhar conhecimento com a sociedade

Evento gratuito acontece no dia 28 de outubro, das 8h às 18h, no Cubo Itaú, em São Paulo

 

A Atech, empresa do Grupo Embraer, promove o 5º Fórum Atech, um evento anual de capacitação e debate de tendências inovadoras. Neste ano, em comemoração aos 10 anos de história da empresa, o Fórum Atech terá um novo formato, sendo aberto ao público no primeiro dia de evento (28 de outubro). As inscrições são gratuitas pelo site (https://www.sympla.com.br/5-forum-atech__641836?token=0ccfb11fd1d672b444f8927fb561a434) e o evento é voltado para profissionais, empresários, estudantes e comunidade acadêmica.

Com o tema central “A Atech impacta seu mundo”, a empresa abordará diversos assuntos, desde novas tecnologias e processos inovadores, sistemas desenvolvidos, entre outros. A programação do dia 28 de outubro será dividida em três blocos, com os palestrantes fazendo suas apresentações individuais, relacionadas aos temas e, ao final, uma mesa redonda para o debate do que foi explanado. Especialistas da Atech e do mercado apresentarão o que há de mais inovador sendo produzido no país.

A abertura será realizada pelo presidente da Atech, Edson Mallaco, às 9h, seguida por uma apresentação da Embraer sobre inovação no Grupo. Na sequência acontece o Bloco ATM (Air Traffic Management), com o tema “Os desafios da gestão de Tráfego Aéreo”. Esse bloco contará com a participação de representantes da EmbraerX e de autoridades da Força Aérea Brasileira (FAB).

A partir das 13h45 acontece o Bloco Defesa, dedicado ao tema “Soberania e Soluções de Defesa”, com a participação de representante da Embraer, do Comando Geral de Apoio (COMPAG) e da FAB. O terceiro e último bloco será realizado a partir das 15h45 com foco no B2B. O tema será “Excelência no agronegócio e visão de tecnologias de impacto para o futuro” e contará com a presença de representantes da Usina São Martinho, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo e da Aquarela.

“Tendo a gestão do conhecimento como uma de nossas premissas, a Atech valoriza e incentiva a disseminação do aprendizado acumulado como forma de contribuir com o crescimento de nossas equipes, clientes e parceiros, e, consequentemente, de toda a sociedade. Além de integrar as comemorações dos 10 anos da empre

sa, vamos poder dividir, ensinar e aprender com nossos clientes, parceiros e com todos aqueles que são entusiastas do desenvolvimento tecnológico do país. Faço aqui o convite para que todos participem do Fórum Atech no próximo dia 28 de outubro”, destaca o presidente da Atech, Edson Mallaco.

Confira a programação completa do 5º Fórum Atech:

09h00 – Abertura, com Edson Mallaco
09h30 – Visão da Inovação no Grupo Embraer, com Sandro Valeri
10h00 – Bloco Defesa “Soberania e Soluções de Defesa”, com Giacomo Staniscia (moderador) e os palestrantes Brigadeiro Crepaldi (COMGAP)

12h00 – Intervalo
13h30 – FullFace – Biometria e reconhecimento facial
13h45 – Bloco ATM “Os desafios da gestão do tráfego aéreo”, com Marcos Resende (moderador) e os palestrantes André Stein (EmbraerX), Cel. Ciccacio, Ten Cel Marcelo
15h30 – Intervalo
15h45 – Fhinck – Plataforma data & analytics
16h00 – Blobo B2B “Excelência no Agronegócio e Visão das Tecnologias para o Futuro, com Marcelo Eskenazi (moderador) e os palestrantes Agenor Pavan (Usina São Martinho), Dra. Gabriela (Secretaria de Abastecimento de São Paulo), Marcos (Aquarela)

17h45 – Encerramento

Serviço

5º Fórum Atech
Data: 28 de outubro, das 8h às 18h
Local: Cubo Itaú – Alameda Vicente Pizon, 54, Vila Olímpia, São Paulo – SP
Inscrições gratuitas pelo site:
https://www.sympla.com.br/5-forum-atech__641836?token=0ccfb11fd1d672b444f8927fb561a434

Press Agency Atech – Rossi Comunicação
Valéria Rossi – Tel: + 55 11 9348-8562 – valeriarossi@rossicomunicacao.com.br

Karen Gobbatto – Tel + 55 11 3262-0884 – karengobbatto@rossicomunicacao.com.br
Denise Kelen – Tel + 55 12 98125-7800 – denisekelen@rossicomunicacao.com.br
Rossi Comunicação – Tel: + 55 11 3262-0884 – www.rossicomunicacao.com.br

CategoriesImprensa

AIREON DATA SUCCESSFULLY INTEGRATED WITH ATECH SAGITARIO SYSTEM

AIREON DATA SUCCESSFULLY INTEGRATED WITH ATECH SAGITARIO SYSTEM

MCLEAN, VIRGINIA – October 21, 2019 – Aireon and Atech Negocios em Tecnologias S/A announced today that space-based Automatic Dependent Surveillance-Broadcast (ADS-B) data has been successfully integrated into SAGITARIO, Atech’s Air Traffic Control (ATC) automation platform, utilized by Brazilian Department of Airspace Control (DECEA).

SAGITARIO fuses space-based ADS-B data with other surveillance sources, like ground-based ADS-B, radar and Multilateration (MLAT). This can provide Atech customers, like DECEA, complete air traffic control, gate-to-gate from origin to destination airport. As of today, Atech has validated system applicability in the Air Traffic Control (ATC) center environment, adhering to standards and recommended practices established by The International Civil Aviation Organization (ICAO), EUROCONTROL, European Union Aviation Safety Agency (EASA) and the Federal Aviation Administration (FAA).

This integration is the successful outcome of collaboration between Aireon and Atech. In November 2018, Aireon and Atech announced the signing of a Memorandum of Understanding (MOU) to incorporate Aireon’s space-based ADS-B data into a broad suite of Atech’s products.

Atech CEO, Edson Carlos Mallaco, stated, “Innovation is the core of both Atech and Aireon, and this integration project provides air navigation services around the world with a powerfully unified tool to improve services.”

The MOU also included the integration of Aireon’s space-based ADS-B data into the Atech’s SIGMA and SKYFLOW Air Traffic Flow Management (ATFM) platforms. This has also been completed, allowing users enhanced long-range flow management and cross-border traffic analysis. Aireon’s global coverage will help these platforms compute capacity and demand for pre-tactical situational awareness and improve collaborative decision making in the region. These products will be used by current customers, including DECEA and The Airports Authority of India (IAA).

“This integration will dramatically enhance collaborative decision making among countries with neighboring flight information regions,” said Aireon CEO Don Thoma. “We are glad to partner with Atech to deploy Aireon’s space-based ADS-B data to improve situational awareness and air traffic management environments in Brazil and around the world.”

Through their broad suite of air traffic management tools, Atech, an Embraer Group company, provides mission-critical decision support to leading ANSPs, many of which are Aireon’s ANSP customers.

“We are in the beginning stages, but we are thrilled to watch leading ANSPs, such as AAI and DECEA, benefit from this capability we are bringing to market with Atech,” said Thoma.

About Aireon LLC 

Aireon has deployed a space-based air traffic surveillance system for Automatic Dependent Surveillance-Broadcast (ADS-B) equipped aircraft throughout the entire globe. Aireon is harnessing next-generation aviation surveillance technologies that were formerly ground-based and, for the first time ever, is extending their reach globally to significantly improve efficiency, enhance safety, reduce emissions and provide cost savings benefits to all stakeholders. Space-based ADS-B surveillance covers oceanic, polar and remote regions, and augments existing ground-based systems that are limited to terrestrial airspace. In partnership with leading ANSPs from around the world, like NAV CANADA, the Irish Aviation Authority (IAA), Enav, NATS and Naviair, as well as Iridium Communications, Aireon is providing a global, real-time, space-based air traffic surveillance system, available to all aviation stakeholders. For more information, please visit www.aireon.com.

About Atech

Atech, a leading systems integration company within the Embraer Group, is a world class air traffic management solutions and mission-critical systems company. With decades of experience developing and deploying state-of-the-art Air Traffic Control and Flow Management systems, we have grown to become a trusted partner to governments and corporations around the world. Atech’s comprehensive solutions portfolio enables Air Navigation Service Providers to implement gate-to-gate services safely and efficiently. For more information, please, visit www.atech.com.br.

CategoriesImprensa

Equipe da Atech fica em 2º lugar no NASA Space Apps Challenge 2019

Equipe da Atech, empresa do Grupo Embraer, composta pelos profissionais da Atech Marcelo Miyake (Software Engineer na Atech); Amon Lara (Full Stack Developer na Atech) e Luciano Costa (Product Owner na Atech), juntamente com Vinícius M. de Sousa (Data Scientist na Aquarela Advanced Analytics) e Thiago A. Yamabushi (Innovation Culture Leader na Embraer)

conquistaram o 2º lugar no NASA Space Apps Challenge 2019, um hackathon internacional promovido, anualmente, pela agência espacial dos Estados Unidos e que contou com a participação de mais de 30 times.

O objetivo do evento é que os participantes usem a criatividade para encontrar maneiras de resolver problemas que envolvem a Terra e o espaço e de contribuírem com a humanidade. Eles recebem casos reais desenvolvidos pela NASA e têm acesso à base de dados com informações da Agência.

A competição mundial aconteceu entre os dias 18 e 20 de outubro, em 200 cidades de todo o mundo, simultaneamente. A participação da Atech foi em São Paulo (SP), onde estiveram reunidos profissionais, empreendedores e apaixonados por tecnologia para uma maratona de programação, prototipagem e colaboração.

O desafio da equipe Atech era projetar e construir uma plataforma inovadora para integrar dados e informações de satélite relativas a áreas vulneráveis ​​e riscos ambientais, a fim de identificar as populações em maior risco. O projeto vencedor da empresa chamado “HUMAN + AID” visa minimizar os impactos de desastres, aprender com os eventos passados, lapidar ​​informações e melhorar a missão de resgate no futuro.

Os profissionais da Atech trabalharam no projeto em conjunto com representantes da Embraer e da empresa Aquarela Advanced Analytics.

As duas melhores equipes de cada localização são elegíveis para a etapa mundial. Já as duas melhores equipes do mundo ganharão uma visita ao NASA Kennedy Space Center, na Flórida.

“Foram mais de 40 horas online em um trabalho multidisciplinar que exigiu o máximo de cada integrante da equipe. Saímos de lá com a certeza de que, sim, podemos mudar o mundo”, Amon Lara, Full Stack Developer.

“Antes de participar do NASA Space Apps, eu achava que unir pessoas com diferentes pontos de vista era uma maneira saudável de conseguir bons resultados. Agora tenho certeza! Juntamos vários perfis em um ‘liquidificador’ ligado no 220v durante um fim de semana inteiro e, no final, muito orgulho. Construímos algo para um mundo melhor para nós!”, Marcelo Myiake, Software Engineer.

“Participar do hackathon da NASA foi uma experiência incrível! Apesar de nunca termos trabalhado juntos e termos que resolver um problema enorme em tão pouco tempo, comprovamos que, quando se trabalha com propósito, as barreiras são mais fáceis de serem superadas!” Luciano Costa, Product Owner.

“O clima do evento é uma mistura de Startup Weekend com Hackathon, e resulta em um ambiente de muita criatividade e empenho dos participantes, onde o maior resultado é a integração entre as pessoas trabalhando para criarem e validarem ideias que podem impactar o mundo.”  Vinícius M. de Sousa, Data Scientist.

Press Agency Atech – Rossi Comunicação

Valéria Rossi – Tel: + 55 11 9348-8562
valeriarossi@rossicomunicacao.com.br

Karen Gobbatto – Tel + 55 11 3262-0884  karengobbatto@rossicomunicacao.com.br

Denise Kelen – Tel + 55 12 98125-7800
denisekelen@rossicomunicacao.com.br

Rossi Comunicação – Tel: + 55 11 3262-0884 – www.rossicomunicacao.com.br

CategoriesImprensa

Criada para atender ao Programa Nuclear Brasileiro NUCLEP participa da 63° Conferência Geral da AIEA

O presidente da Nuclebras Equipamentos Pesados S.A, Contra Almirante Carlos Henrique Silva Seixas, participou hoje (16.9), da inauguração do estande do Brasil na 63ª Conferência Geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), o mais importante encontro do setor nuclear no mundo.

Representado pelas empresas, instituições e autarquias nucleares mais importantes no país – Marinha do Brasil; Nuclebras Equipamentos Pesados S.A; Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A.; Indústrias Nucleares do Brasil; Eletronuclear; Atech Negócios em Tecnologias S/A e Comissão Nacional de Energia Nuclear – o estande Brasil surpreendeu em 2019 com uma área em comum à Argentina, demonstrando a força e união dos países não apenas no desenvolvimento do setor mas nas relações governamentais. Recentemente o país declarou apoio à candidatura do Embaixador argentino Rafael Grossi ao cargo de Diretor Geral da AIEA.

A solenidade reuniu mais de cem autoridades internacionais e contou com discursos do Embaixador do Brasil na AIEA, Marcel Biato, e do ministro de Minas e Energia, Almirante de Esquadra Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Junior. O ministro ratificou o compromisso Legal e político do Brasil, como Estado Membro fundador da AIEA, com o uso pacífico da Energia Nuclear.

“Entendemos que o investimento nessa tecnologia é um compromisso com o futuro, e que a diversificação da matriz energética significa segurança, prosperidade e progresso para o país. Destaco contudo a importância de que o uso pacífico da energia nuclear caminhe, de mãos dadas, com a busca dos mais elevados níveis de segurança e proteção nuclear. Nossos programas são voltados para aplicações civis, e intencionamos ainda, estreitar os laços de cooperação com estados amigos, em especial, com os nossos parceiros regionais, somando esforços para o bem-estar de nossas sociedades”, disse.

Em seu terceiro ano consecutivo na AIEA, a NUCLEP, empresa criada para atender ao Programa Nuclear Brasileiro, teve papel fundamental na confecção do estande, interlocução com as empresas, com o Itamaraty e ainda, na organização da parceria com a Argentina. Segundo o presidente da empresa, C. Alte. Carlos Henrique Silva Seixas, sua equipe trabalhou firme para que o novo momento que o Brasil atravessa estivesse bem representado no estande.

“Sempre alinhados à meta do país em prover energia firme, segura e estratégica, destacamos não apenas os pontos pelos quais já somos reconhecidos mas, principalmente, os projetos nucleares que tem importância social para o Governo. O Laboratório de Geração de Energia Nucleoelétrica (Labgene) se tornará no futuro em um ponto de referência para novos projetos de reatores nucleares brasileiros, incluindo as unidades modulares, que poderão gerar eletricidade para localidades remotas e plataformas de petróleo. Já o Reator Multipropósito Brasileiro (RMB) dará ao país autossuficiência na produção de radioisótopos, para fabricação de medicamentos”, celebrou o presidente da NUCLEP, C. Alte. Seixas.

Fundada em 1957, a Agência Internacional de Energia Atômica é uma instituição internacional vinculada à ONU, com o objetivo de garantir a segurança do uso de energia atômica no mundo. Localizada em Viena, na Áustria, é formada por 137 Estados Membros que, anualmente, se reúnem nesta Conferência Geral para eleger 35 membros para o Conselho de Governadores.

Além do presidente da empresa, fazem parte da comitiva da NUCLEP, os diretores Industrial, Comte. Affonso Alves (CMG), e Comercial, Nicola Neto; o Gerente de Vendas, André Abrantes, e o Técnico em Métodos e Processos, Luiz Carlos Chaves.

Fonte: NUCLEP – Nuclebrás Equipamentos Pesados S.A.

CategoriesImprensa

Atech destaca soluções exclusivas de vigilância e defesa na DSEI

Empresa brasileira apresenta case de Vigilância Integrada durante evento

A Atech, empresa brasileira do Grupo Embraer, participa da Defence & Security Equipment International (DSEI), um dos mais importantes eventos de defesa e segurança do mundo, que acontece de 10 a 13 de setembro, em Londres. A empresa levará todo conhecimento e cases de sucesso nas áreas de vigilância e defesa.

Instalada no espaço N2-355, a Atech – Empresa Estratégica de Defesa, certificada pelo Ministério da Defesa do Brasil, destaca um dos cases mais recentes – o projeto desenvolvido e implantado para atender as necessidades do Governo da Mauritânia, constituindo um novo marco nas entregas internacionais da Atech.

A Atech desenvolveu um complexo projeto de defesa aérea e terrestre, além de um programa de controle de tráfego aéreo para o país africano, composto por um C3I Center (Command, Control, Communications, and Intelligence) e unidades de C2 Móveis e Fixos (Command e Control). O C3I Center da Atech é composto por um Centro de Controle de Operações Militares responsável pelas ações de vigilância e defesa aérea e terrestre, um Centro de Controle de Trafego Aéreo civil e um Centro de Treinamento para capacitar os controladores.

Para oferecer a completa consciência situacional, o programa conta com sistemas de comunicação e sensores de vigilância aérea e terrestre integrados, utilizando inclusive dados de sistemas legados. Com isso, a estrutura congrega as soluções Arkhe Command and Control, Makron ATC-SAGITARIO e Arkhe Academy, desenvolvidas pela empresa e customizadas para atender as demandas do Governo da Mauritânia.

“O programa desenvolvido pela Atech, além de complexo, oferece soluções completas, com uma visualização única do ambiente de operação, de forma georreferenciada, dando consciência situacional ao operador. Isso garante ao poder decisório exercer a supervisão e a coordenação centralizada das ações de defesa em todo o território Mauritano”, conclui o presidente da Atech, Edson Mallaco.

CategoriesImprensa

Atech participa do Seminário Internacional de A-CDM

Com o tema “O futuro é colaborativo”, evento visa debater a implantação do processo A-CDM nos principais aeroportos do país

A Atech, empresa do Grupo Embraer, participará do Seminário Internacional de A-CDM – O Futuro é Colaborativo, que acontece nos dias 9 e 10 de setembro no Aeroporto Internacional de Guarulhos. A empresa apresentará sua expertise no desenvolvimento de sistemas de gerenciamento e controle do tráfego aéreo e projetos de integração e compartilhamento de dados em uma única plataforma.

Organizado pela Action Editora em parceria com o DECEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo), subordinado à FAB (Força Aérea Brasileira) e com a concessionária GRU Airport, o Seminário tem como objetivo apresentar os conceitos do A-CDM (Airport Collaborative Decision Making) e os benefícios da implantação de um sistema como esse, que promove a integração de todos os órgãos e entidades ligados ao gerenciamento de fluxo do tráfego aéreo nos aeroportos, por meio do compartilhamento de informações em tempo real.

Durante o Seminário, a Atech levará a experiência da plataforma SWIM AQUILA, desenvolvida pela empresa, que harmoniza o intercâmbio de informações de planos de voo, meteorologia e informações aeronáuticas, em tempo real, com base em um padrão internacional de interfaces e protocolos de comunicação. Com o sistema, é possível organizar e garantir a interoperabilidade dos dados de forma a permitir uma tomada de decisão com maior assertividade nas sequências de pousos e decolagens, reduzindo os impactos na malha aérea e garantindo previsibilidade ao gerenciamento da navegação aérea.

A solução SWIM AQUILA representa um avanço para a integração regional entre sistemas de gerenciamento do espaço aéreo, pois permite compartilhar dados “gate-to-gate” entre as autoridades aeronáuticas de diferentes países. Adicionalmente, vai ao encontro do conceito A-CDM, que visa distribuir as informações de voos entre todos os envolvidos, como operadores dos aeroportos, empresas aéreas, gestores aeroportuários e órgãos de gerenciamento, concentrando as informações e compartilhando com todos, com o objetivo de melhorar o planejamento e a previsibilidade de ações, contribuindo com a gestão do fluxo e da capacidade dos aeroportos.

CategoriesImprensa

Atech participa do Workshop ITA-MIT sobre transporte aéreo

Especializada em desenvolver sistemas de gerenciamento e controle do tráfego aéreo, empresa abordará os desafios do uso de big data no setor

 

A Atech, empresa do Grupo Embraer, participa do Workshop ITA-MIT On Big Data Analytics For Air Transportation (Análises de Big Data para o Transporte Aéreo), que acontece nos dias 20 e 21 de agosto, quando especialistas do setor, entre acadêmicos, profissionais de empresas aéreas e fabricantes de aeronaves, entre outros, vão debater diversos assuntos relacionados ao tema.

O Diretor de Negócios ATM da Atech, Marcos Resende, abre o segundo dia de debates com a palestra “The challenges and opportunities of big data analytics in Air Traffic Management (Os desafios e oportunidades na análise de big data no gerenciamento do tráfego aéreo)”.

O tema, segundo Resende, é uma contribuição da indústria no estímulo e direção de temas para a pesquisa da academia. De acordo com o Diretor da Atech, o volume de informações gerado pelos diversos sistemas que atuam no gerenciamento do tráfego aéreo é enorme e pode contribuir para a melhoria de todo o sistema com o uso de big data para o cruzamento e análise de mais dados.

“Será que ao cruzar dados das redes sociais com dados do espaço aéreo, por exemplo, seria possível predizer eventos ou acontecimentos de interesse para a gestão do tráfego aéreo? E analisar as rotas atuais para identificar oportunidades de melhoria, que vão reduzir consumo de combustível e tempo de voo? Quero aproveitar o momento para jogar luz sobre alguns temas que podem ser interessantes para avançarmos ainda mais no gerenciamento do tráfego aéreo, em busca de maior eficiência e excelência nos sistemas oferecidos”, destaca Resende.

A Atech é referência internacional quando o assunto é gerenciamento e controle de tráfego aéreo. Uma das principais parceiras do DECEA (Departamento de Controle do Espação Aéreo), a Atech é responsável por desenvolver e modernizar a tecnologia empregada no sistema de gerenciamento e controle do tráfego aéreo (ATM/ ATFM) presente em 100% do espaço aéreo brasileiro. Os sistemas são diferenciados e empregam tecnologia crítica, chamando a atenção de diversos países, o que permitiu a empresa exportar para países da América do Sul e também para a Índia.

CategoriesImprensa,  Imprensa Corporativa – Gestão de Ativos

Novo módulo de monitoramento de condição da Atech integra toda a cadeia de manutenção

A Atech, empresa do Grupo Embraer especializada no desenvolvimento de soluções e tecnologias para apoio à tomada de decisão, lança no mercado brasileiro um novo módulo de monitoramento de condição voltado para a gestão de ativos industriais.

Parte da plataforma OKTO, que integra soluções de Gestão de Ativos, Logística e Conectividade, o software de monitoramento de condição da Atech reúne em um único dashboard os dados coletados por diversas outras ferramentas usadas para acompanhar o estado de equipamentos industriais, como informações de temperatura, vibração, frequência, entre outros.

Além de permitir análises mais inteligentes por meio do cruzamento de dados de diversas fontes, o software de monitoramento de condição da plataforma OKTO trabalha de forma integrada com o módulo de gestão da execução.

De acordo com Fábio Vieira, responsável pelo portfólio de produtos para Gestão de Ativos da Atech, com o lançamento, a plataforma OKTO se firma como um conjunto de tecnologias capaz de integrar toda a cadeia de manutenção.

“Ao conectar o monitoramento à gestão da execução, podemos disparar ações para o time de manutenção. Trata-se de dar uma utilidade maior às informações que, muitas vezes, já são coletadas pelas empresas, mas precisam percorrer um longo caminho até que motivem a geração de uma ordem de manutenção”, explica Vieira, afirmando que agora é possível automatizar toda a camada tática da gestão da manutenção dos ativos.

“Quando falamos no agronegócio, por exemplo, percebemos que muitas empresas que já monitoram seus ativos, como tratores e colheitadeiras, enfrentam o desafio de tomar decisões com base nesses dados e disparar essas informações para a próxima fase da cadeia. Ou seja, quem monitora sabe que existe um problema, mas depende de outro profissional, que vai passar um rádio, abrir um chamado e então gerar uma ordem de manutenção”, explica.

Todas as integrações possíveis

Além de ser integrado a qualquer ferramenta de monitoramento por meio de protocolos abertos, mesmo sendo parte da plataforma OKTO, o módulo de monitoramento de condição da Atech pode se conectar a qualquer software usado para a gestão da execução.

A tecnologia também pode integrar soluções de conectividade, como redes Mesh, segundo Vieira.

“Esse é o caminho ideal para negócios que contam com instrumentos de medição ainda offline, em que técnicos precisam ir a campo para coletar dados de condição dos equipamentos, reunindo todas as informações em uma única tela”, explica o executivo da Atech.