CategoriesImprensa

Atech apresenta plataforma SWIM para intercâmbio de planos de voo e outras informações aeronáuticas, durante o WATM Congress

A plataforma SWIM da Atech (AQUILA) já está operacional, compartilhando dados da situação dos voos entre Brasil e Europa

A Atech, empresa do Grupo Embraer, participa do World ATM Congress, que acontece entre os dias 12 e 14 de março, em Madri (Espanha). A empresa estará no estande 955, do Hall 10. Durante o evento, considerado um dos mais importantes encontros mundiais do setor sobre os avanços na área de gerenciamento de tráfego aéreo, a Atech vai destacar sua plataforma SWIM (implantada, no Brasil, como PCICEA – Plataforma de Compartilhamento de Informações Correntes do Espaço Aéreo).

A plataforma PCICEA está baseada no produto SWIM AQUILA, que faz parte da Família Makron da Atech, com as soluções de ATM desenvolvidas pela empresa.

O conceito SWIM (System Wide Information Management) tem origem no plano de navegação aérea global da ICAO (International Civil Aviation Organization), com objetivo de harmonizar o intercâmbio de informações de planos de voo, meteorologia e informações aeronáuticas, em tempo real, com base em um padrão internacional de interfaces e protocolos de comunicação.

Após uma etapa de testes, iniciada em maio de 2018, a plataforma PCICEA, com o software AQUILA da Atech,  entrou em operação efetiva em novembro de 2018, promovendo o intercâmbio de dados entre o Departamento de Controle do Espaço Aéreo, no Rio de Janeiro, e a EUROCONTROL, em Bruxelas. O sistema publica o status dos voos originários no Brasil com destino à Europa e acessa na EUROCONTROL o status dos voos que partem da Europa com destino ao Brasil.

Assim que uma aeronave decola de qualquer aeroporto no Brasil com destino à Europa, os dados são transmitidos em tempo real para a EUROCONTROL, dando condições para que as autoridades europeias de gerenciamento e controle de tráfego aéreo acompanhem a situação desse voo, desde o momento de sua partida e durante todo seu acompanhamento no espaço aéreo brasileiro. O mesmo acontece com os voos originários da Europa, sendo que os dados de voos que se destinam ao Brasil passam a ser conhecidos antecipadamente, pelo Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), desde o momento de sua partida na Europa.

Antes da solução SWIM AQUILA usada na plataforma PCICEA, as autoridades de controle de tráfego aéreo do Brasil e da Europa somente recebiam informações da aeronave ao dar entrada no seu próprio espaço aéreo de responsabilidade. Com o novo sistema, é possível organizar as sequências de pousos e decolagens com uma antecipação bem maior, reduzindo os impactos na malha aérea, em caso de mudanças nos planos de voo, como atrasos ou adiantamentos, garantindo previsibilidade ao gerenciamento da navegação aérea.

A solução SWIM AQUILA representa um avanço para a integração regional entre sistemas de gerenciamento do espaço aéreo, pois permite compartilhar dados “gate-to-gate” entre as autoridades aeronáuticas de diferentes países. Com essa nova ferramenta de integração bilateral, os serviços de gerenciamento de fluxos da navegação aérea aumentam a antecipação na execução de medidas oportunas para evitar ou minimizar atrasos. O sistema SWIM AQUILA é um módulo que se integra ao sistema de gerenciamento de fluxo (ATFM) SKYFLOW, também desenvolvido pela Atech, que tem versões operando hoje na Índia e no Brasil.

“Com este novo produto, a Atech oferece uma solução com os recursos e facilidades previstos no SWIM, promovendo o gerenciamento centralizado dos dados, em tempo real, possibilitando assim o compartilhamento destas informações para prestadores de serviços de navegação aérea, empresas aéreas, entidades governamentais, e demais entidades relacionadas à aviação geral”, destaca Edson Mallaco, presidente da Atech.

 

Sobre a Atech (www.atech.com.br) – Reconhecida como uma “System House” brasileira, a Atech sempre se pautou pela inovação com o objetivo de ajudar a transformar o país. Com uma expertise única em engenharia de sistemas e tecnologias de consciência situacional e apoio a tomada de decisão, a Atech trabalha no desenvolvimento de soluções inovadoras com aplicações nas áreas de tráfego aéreo, sistemas de comando e controle, segurança cibernética, sistemas de instrumentação e controle, sistemas embarcados, simuladores e logística. A empresa é responsável pelo desenvolvimento e modernização de todo o sistema para o gerenciamento e defesa do espaço aéreo brasileiro. Pela sua atuação, a companhia é reconhecida e foi certificada como Empresa Estratégica de Defesa pelo Ministério da Defesa do Brasil.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa / Rossi Comunicação