Veja como a Internet das Coisas está mudando a medição de energia
CategoriesConexões Inteligentes,  Energia,  Pro

Veja como a Internet das Coisas está mudando a medição de energia

Entregar energia de forma sustentável, eficiente e com menor custo é o desafio enfrentado por distribuidoras de todo o mundo. Uma medição de energia que avalie o perfil de consumo minuto a minuto é fundamental para gerenciar a distribuição de energia de maneira mais eficiente, e a solução está no uso de conexões inteligentes, aproveitando todas as inovações que chegam com a Internet das Coisas (Internet of Things – IoT).

Distribuidoras têm investido em soluções de medição de energia inteligentes, tanto para atender seus clientes em áreas industriais e urbanas, como também em áreas de difícil acesso e baixa cobertura de telecomunicações, cenário comum em um país com as dimensões do Brasil.

Sistemas inteligentes de leitura remota de medição de energia são a grande aposta das distribuidoras dentre as tecnologias inovadoras de Internet das Coisas, com a instalação em seus clientes de medidores inteligentes que possibilitam o gerenciamento eficiente do consumo e, consequentemente, mais eficiência na entrega de energia.

Medidores inteligentes estão cada vez mais populares e, segundo um estudo da consultoria BI Intelligence, a base instalada de medidores inteligentes deve passar, globalmente, de 450 milhões em 2015 para 930 milhões em 2020. Em um cenário mais amplo, a consultoria Gartner estima que, até 2020, o setor de energia deve contar com 50 bilhões de dispositivos IoT nas suas operações.

Mais inteligência, mais eficiência

Soluções de IoT permitem que as distribuidoras tenham muito mais controle de suas operações e, como a construção de novas redes de distribuição requer altos investimentos e muito tempo, o uso de tecnologias inovadoras pode melhorar a eficiência da infraestrutura já existente, dando total visibilidade sobre as operações.

E essa visibilidade vai de encontro a um dos maiores problemas enfrentados  pelas distribuidoras: a prevenção e localização de falhas, que podem ser resolvidas remotamente ou, caso seja necessário o envio de uma equipe, informar a localização exata da falha. Dados mais precisos enviados pelos dispositivos de IoT também permitem analisar o ciclo de vida de ativos como transformadores, entre outros, e implantar programas de manutenção preditiva.

Segundo a consultoria Gartner, a implantação de tecnologias e soluções de Internet das Coisas traz diversos benefícios tanto para as distribuidoras quanto para seus clientes.

Nas operações das distribuidoras, as soluções de Internet das Coisas podem impactar positivamente o desempenho da concessionária, aumentando a receita e reduzindo os custos. De acordo com os analistas, a Internet das Coisas permite criar novas receitas e novos modelos de negócios, melhora as operações, otimiza ativos, economiza recursos, engaja e capacita os funcionários, melhora o gerenciamento de risco e fortalece a segurança.

Com um sistema de medição de energia automatizado, as distribuidoras podem acompanhar o consumo e a demanda minuto a minuto, avaliando a evolução do seu mercado consumidor, e também melhorar a qualidade da energia fornecida e reduzir perdas relacionadas a falhas e fraudes, bem como garantir o correto faturamento sem o fator humano na leitura de consumo.

Relações mais transparentes

No ponto final da rede, segundo o Gartner, a Internet das Coisas tem o poder de transformar a experiência do cliente auxiliando a reduzir desperdícios e controlando melhor o seu consumo de energia. Além disso, a automação da coleta, análise e gerenciamento das informações geradas pelos sistemas de leitura remota podem, por exemplo, ajudar a prevenir erros humanos no faturamento do serviço.

Embora a maior parte das iniciativas de medição de energia inteligente até agora esteja voltada para o aumento do faturamento pelas distribuidoras e o combate a fraudes e inadimplências, as conexões inteligentes já oferecem a possibilidade de capturar e analisar dados e, a partir dessa informação, oferecer mais transparência aos clientes, que passam a gerenciar melhor o consumo.

Com informações detalhadas sobre o seu consumo minuto a minuto, grandes indústrias podem, por exemplo, fazer diversas comparações e ajustar a sua linha de produção, planejando e redistribuindo o consumo de energia de cada equipamento ao longo do tempo da produção, evitando o maior uso em períodos de pico e aproveitando períodos quando a energia é mais barata, fortalecendo assim o conceito de Indústria 4.0.

Apesar da possível redução de consumo, com a medição de energia inteligente as distribuidoras passam a ganhar com o combate às perdas e redução de furtos e fraudes, com monitoramento e diagnósticos em tempo real de sua rede de distribuição por meio do uso de soluções de Redes Mesh que oferecem conectividade abrangente e flexível, indispensável para a implantação de dispositivos IoT. Com a implantação de Redes Mesh, é possível:

  • Obter diagnósticos precisos e rápidos
  • Contar com alarmes e eventos para identificar falhas
  • Fazer a autorrecuperação em caso de falhas na rede
  • Implantar programas de manutenção preditiva e gestão de ativos em equipamentos

A Atech oferece soluções completas de conexões inteligentes, com implantação de Redes Mesh; sistemas de automação da medição de energia, desenvolvimento de software embarcado e integração de sistemas. Saiba como aproveitar todas essas inovações e garantir a entrega de um serviço de melhor qualidade, com mais eficiência e menor custo.